na cidade

Os novos passeios de barco entre o Seixal e Lisboa celebram os 100 anos de Saramago e da Mundet

A iniciativa arranca esta terça-feira, 19 de julho, e prolonga-se até ao início de setembro. As inscrições são gratuitas.
Embarque nesta experiência.

O município do Seixal já vem a prolongar desde abril vários momentos no concelho que homenageiam José Saramago, um dos maiores escritores portugueses de todos os tempos e que, por isso, dispensa apresentações. Da mesma forma, a empresa corticeira Mundet, no Seixal, anda de braços dados com estas comemorações devido ao facto de também celebrar o seu centenário este ano.

No início deste mês de julho, a NiS já tinha dado conta de que estaria a decorrer até ao final do ano uma exposição no Parque Urbano do Seixal: a “Levantados do Chão: das Planuras Alentejanas ao Bulício da Fábrica Mundet, no Seixal”. É justamente em torno dessa mostra que surge um novo programa, pensado sobretudo para este período de férias, que corresponde a diversos passeios de barco entre o Seixal e Lisboa.

A ideia da Câmara Municipal do Seixal é inspirada em João Mau-Tempo, uma personagem do romance de Saramago publicado em 1980, “Levantado do Chão”. A travessia no Tejo segue o percurso feito por João Mau-Tempo, que na obra foi preso nas cadeias do Aljube e posteriormente de Caxias durante o período de ditadura em Portugal.

Depois de uma parceria feita com o Museu do Aljube — Resistência a Liberdade surgem estes passeios de barco para homenagear não apenas o autor português e a Mundet como todos aqueles que viveram (e sofreram) este período conturbado da história de Portugal.

O percurso inicia-se no porto da Baía do Seixal a bordo do bote de fragata Baía do Seixal. Depois da travessia do Tejo e do desembarque em Lisboa, a visita prossegue até à antiga prisão do Aljube. Uma vez terminada, todos os participantes embarcam novamente e viajam pela bacia hidrográfica do Tejo até ao Seixal.

Marque na agenda: o primeiro passeio acontece já esta terça-feira, dia 19 de julho, às 9 horas. Cinco horas depois, pelas 14 horas, a experiência chega ao fim. No mesmo horário, estão previstas mais duas datas onde todos são convidados a participar: 23 de agosto e 6 de setembro.

Este passeio é totalmente gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa, independentemente da sua idade. Por isso, pode juntar a família ou o seu grupo de amigos para embarcar nesta aventura pelas águas do rio Tejo, explorando de seguida um dos locais que marcou o período de ditadura no nosso País. Deve apenas tratar da sua inscrição contactando o telefone 210 976 112 ou enviando um email para ecomuseu.se@nullcm-seixal.pt.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA