na cidade

Lexa está no canil do Seixal desde 2020. Precisa de ajuda para combater um tumor

Há quatro anos que a bonita cadela espera conquistar uma família. Agora foi traída por uma doença, mas há esperança.
Lexa precisa de nós.

Para quase tudo na vida, uma boa dose de sorte ajuda muito. Há animais a quem a sorte nunca parece sorrir, mas que não desistem de acreditar – e isso vê-se nos seus olhos, no espanto e alegria que ainda conseguem sentir com um novo cheiro ou um afago inesperado. Lexa é um desses animais e o seu olhar sábio revela-nos que não está pronta para desistir – nem as suas protetoras deixariam.

Lexa está no Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia do Seixal (CROACS), no distrito de Setúbal, desde fevereiro de 2020 e, apesar da sua meiguice e dos seus olhos doces, nunca conseguiu conquistar uma família que lhe desse um lar. Nunca lhe faltou carinho, mas uma casa é uma casa.

O carinho dos membros do Grupo de Voluntários no Canil/Gatil Municipal do Seixal tem sido importante para esta cadelinha, que agora se depara com uma nova luta: um carcinoma na tiroide. “A Lexa tem cerca de oito anos. Foi resgatada de uma situação de abandono há quatro anos e desde então que está no canil. Agora foi diagnosticada com um tumor – inoperável devido ao seu tamanho e localização. Para lhe dar uma oportunidade de recuperar, ela precisa de iniciar rapidamente o tratamento de quimioterapia para reduzir o tumor”, conta à PiT uma protetora deste grupo de voluntários.

Lexa também quer uma família

“Este é um apelo desesperado. Pedimos a ajuda de todos para a Lexa. A ideia é começar a fazer o tratamento e ver se o tumor diminui para eventualmente se ver a possibilidade de operar. Mas é um tratamento caro e só com apoio é que conseguimos”, explica a mesma voluntária. Num post no Facebook, o grupo de voluntários também pede a contribuição de quem possa ajudar. “A Lexa está a contar connosco para vencer esta batalha”, sublinha a publicação, onde pode encontrar as várias formas de apoiar.

Apesar da doença, Lexa continua para adoção. Viva o tempo que viver, merece o conforto de um lar – algo que talvez nunca tenha tido. “Era maravilhoso se alguém se apaixonasse pela Lexa”, diz à PiT a mesma protetora. Lexa é muito sociável com pessoas e outros animais. Quem pode ajudá-la a recuperar? E estará desse lado o coração certo para lhe dar um lar e um final feliz como o do Pinhão?

Percorra a galeria e conheça melhor esta doce cadelinha, de olhos hipnotizantes.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA