na cidade

Câmara Municipal do Seixal adquire edifício dos Serviços Operacionais

Este prédio concentra num único espaço um conjunto de serviços que se encontravam dispersos em vários locais do concelho. 
Já é propriedade da Câmara.

Já existe desde 2005, mas só agora é que passou a ser propriedade da Câmara Municipal do Seixal. Na semana passada, mais concretamente a 30 de março, a autarquia concretizou a aquisição do edifício dos Serviços Operacionais da Câmara Municipal do Seixal. 

Este espaço é adaptado às necessidades da área operacional do município e também serve para potenciar a missão de serviço público prestado pela autarquia. Além disso, a aquisição é uma mais-valia, visto que vai representar uma poupança anual média de mais de um milhão e 200 mil euros à Câmara Municipal do Seixal.

“Estas aquisições enquadram-se numa estratégia de reforço do património municipal, gestão eficiente com poupança anual concreta e melhores condições para a prestação de um serviço público cada vez mais qualificado”, afirmou o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos.

A vista área do espaço.

Os Serviços Operacionais entraram em funcionamento em 2005 e vieram a possibilitar a centralização da área operacional em instalações adequadas e preparadas para as exigências, com capacidade para mil trabalhadores e 300 máquinas e equipamentos. 

Recorde-se que, no final de dezembro de 2018, foi também adquirido pelo município o edifício dos Serviços Centrais. Com esta compra e a dos Serviços Operacionais, a poupança será de cerca de 2,2 milhões de euros por ano, acrescentando um dos edifícios importantes ao património do Seixal. O ativo da Câmara Municipal do Seixal passa a ser de 59 milhões de euros.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA