na cidade

Abra bem os olhos: nesta visita gratuita pode encontrar ouro

Há 1500 anos, os romanos construíram uma mina em Cruz de Pau em busca deste minério valioso. Agora, vai poder realizar uma experiência semelhante.
Procurem por estas pepitas.

Parece um sonho, mas é verdade. Em março, vai poder juntar-se a uma visita guiada pela antiga mina de ouro romana em Cruz de Pau. Vai ser uma autêntica caça ao tesouro milenar, já que há 1500 anos o Império Romano encontrou aqui um dos minérios mais valiosos da Terra.

O Seixal era um local tão bom para viver que os romanos acabaram mesmo por se instalar por aqui, onde realizavam extrações de outros materiais além do ouro e até tinham zonas de transformação, como é o caso da Fábrica de Olaria Romana, na Quinta do Rouxinol.

A prova de que o Seixal era rico em ouro é que ainda existem alguns indícios dessa exploração, como é o caso das minas de ouro de Vale de Gatos, na Cruz de Pau. Este complexo conta com uma área superior a dez hectares de redes de galerias, poços e escavações minerais, tudo debaixo dos nossos pés. Assim, a Câmara Municipal do Seixal decidiu organizar uma visita guiada gratuita, no dia 17 de março, para dar a conhecer a forma como os romanos realizavam a mineração do ouro.

Esta atividade lúdica vai decorrer entre as 10 horas e as 12h30, nas Minas Romanas de Vale de Gatos, na rua da Seixalíada, junto ao Complexo Desportivo Carla Sacramento. Como é costume, a participação está sujeita a inscrição. Por isso, garanta já o seu lugar a partir do email ecomuseu.se@nullcm-seixal.pt ou pelo número 210 976 112.

Se tropeçar numa pepita de ouro, pode parecer tentador ficar com ela, ou até mesmo vendê-la, mas caso não tenha uma empresa privada e devidamente licenciada em exploração mineral, terá de entregar o minério às entidades públicas competentes. 

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA