fit

O segredo para dormir melhor pode estar num fruto exótico muito comum em Portugal

Se tem problemas de sono deve comer um ou dois ao jantar, por exemplo. A nutricionista Lillian Barros explica.
É surpreendente.

Todos os dias surgem novos truques nas redes sociais para ajudar a dormir. E quase com a mesma frequência são lançados produtos que prometem o mesmo efeito. A forma mais simples de conseguir ter uma noite mais descansada, é mais acessível do que imagina. Não envolve seguir dicas mais ou menos estranhas, nem medicamentos. E poderá encontrá-la no frigorífico lá de casa.

Falamos de um fruto exótico — oriundo do sudeste da China, mas que deve a sua disseminação pelo mundo aos neozelandeses, e muito produzido em Portugal — o kiwi. Com um sabor ligeiramente ácido e uma textura cremosa, “reúne diversos benefícios para a saúde”, começa por dizer a nutricionista Lillian Barros. Comparado com outros frutos que comemos regularmente —  como a banana e as laranjas — “tanto os kiwis verdes como os amarelos são excecionalmente ricos em vitaminas C, E, K, carotenoides, potássio e fibras, que atuam em sinergia produzindo diversos benefícios para a saúde”, explica a especialista em nutrição.

Por possuir um elevado teor em vitamina C (tal como a batata) — que desempenha um papel importante no sistema imunitário e promove a absorção do ferro — é uma excelente escolha para acrescentar não só ao pequeno-almoço ou lanche, mas também às refeições principais.

Um dos benefícios mais conhecidos dos kiwis é o facto de ser indicado para tratar casos de obstipação. Isto acontece “devido ao seu elevado teor de fibra e compostos bioativos” refere Lillian Barros. “Já o seu teor em melatonina (conhecida pela hormona do sono), ajuda a adormecer mais rápido e a acordar menos vezes durante a noite“, acrescenta. E ainda ajuda na digestão, diz a nutricionista, o que tem também um papel importante na qualidade do sono.

O consumo de dois kiwis uma hora antes de deitar melhora e promove o sono, devido à sua alta capacidade antioxidante e ao seu teor de serotonina”. À semelhança de outros frutos de coloração verde, “o kiwi possui clorofila, importante na redução do risco de cataratas e de degeneração macular”, revela a nutricionista. Mas os benefícios não se ficam por aqui: caso esteja de dieta é uma ótima opção para incluir no plano alimentar porque tem ação diurética.

Para dormir melhor a nutricionista aconselha ainda a evitar alguns alimentos ao jantar. “Tudo o seja de digestão lenta, como os óleos e os fritos, e pratos ricos em gordura — hambúrgueres, pizzas, francesinhas, por exemplo; todos os que incluam carnes gordas, entre outros.” As refeições com alimentos muito densos, que quando consumidos em excesso são prejudiciais para a saúde são, regra geral, indigestos e não devem ser consumidos antes de dormir. Em alternativa, já sabe, pode optar por um ou dois kiwis.

Além dos kiwis existem outros alimentos que também ajudam a adormecer a induzir o sono e que pode comer antes de se deitar. Carregue na galeria para os conhecer.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA