fit

Já há uma lista de potenciais dadores de fígado para o filho de Pedro Chagas Freitas

Benjamin está nos cuidados intensivos e precisa urgentemente de um transplante. O escritor e a mulher não são compatíveis.
O hospital vai tentar achar a melhor opção.

O filho do escritor Pedro Chagas Freitas, Benjamim, de seis anos, sofre de uma doença rara e crónica. Neste momento, está internado nos cuidados intensivos de Coimbra e precisa urgentemente de um dador de fígado vivo.

 Chagas Freitas e a mulher, Bárbara Teixeira, não podem ser doadores e, esta quarta-feira (6 de junho), lançaram um apelo nas redes sociais em busca de um doador compatível. Terá de ser alguém com, no máximo, 1,75 metros e 75 quilos, até aos 55 anos, com o tipo de sangue O, seja positivo ou negativo.

Ser doador de fígado vivo é viável, uma vez que o órgão tem a capacidade de regenerar e voltar ao seu tamanho normal. O escritor também apelou aos potenciais doadores para “lerem sobre os riscos envolvidos e pensarem cuidadosamente na decisão”.   

Volvidas menos de 24 horas, já há uma lista de potenciais dadores. “O vosso carinho dá-nos esperança. Os olhos molham, mas continuamos. Já reunimos uma excelente base de possíveis dadores. Obrigado a todos, tanto, tanto. Agora é tempo de escolher a melhor opção. Vamos acreditar que a espetacular equipa do Pediátrico de Coimbra vai encontrar a resposta que desesperadamente procuramos. Peço, por isso, que não contactem diretamente o hospital, para poderem concentrar-se no mais importante: encontrar a melhor solução para esta criança mágica”, começou por escrever num novo post.

“Podem, devem, continuar a enviar-nos forças e a torcer pelo Benjamim. Às vezes precisamos de palavras que nos tirem das lágrimas ou que nos façam chorar. Fiquem por aí, cada energia conta. Abraços nossos.”

Os interessados em avançar com a decisão de serem dadores, devem enviar um e-mail para dadordobenjamin@nullgmail.com, com as seguintes informações: nome, idade, tipo sanguíneo, peso, altura, medidas (perímetro à volta do umbigo e da xifóide), se tomam alguma medicação ou têm alguma doença crónica.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Pedro Chagas Freitas (@pedrochagasfreitas)

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA