fit

Esta é a rainha mais fit que vai ter na mesa da Consoada

Adeus fruta cristalizada recheada de açúcar, este ano o tema do clássico doce de Natal será a dieta paleolítica.
A rainha veste castanho.

Sim, todos sabemos que o bolo rei tem cores vibrantes e é o doce mais comum à venda nos supermercados durante a época natalícia. Pois bem, chega de fruta cristalizada cheia de açúcar, é hora de abraçar a dieta paleolítica e de colocar uma rainha na mesa deste Natal.

Pelas ideias de Teresa D’Abreu, fundadora do blogue “Healthy Bites”, trazemos uma receita incrível deste bolo, com medições a contar para dez fatias. Não se assuste com o tamanho da lista de ingredientes, até é uma sobremesa bastante fácil de confecionar, visto que são apenas precisos sete passos para tudo estar concluído.

A dieta paleolítica é uma forma de alimentação que se rege pelo consumo de produtos frescos, livres de glúten e lacticínios. Deste modo, esta receita é ideal para os mais intolerantes, todos vão conseguir apreciar o sabor sem preocupações.

Para dar um gosto doce a este bolo rainha são apenas adicionadas 80 gramas de açúcar de coco e colheres de xarope de ácer. Sim, é mesmo super baixo em açúcares e gorduras. Esta receita demora cerca de 25 minutos a ser preparada e 45 minutos a cozer no forno.

Agora, já com a noção do tempo, vamos lá saber como se faz esta iguaria.

Do que precisa

– 200 mililitros de água morna

– 1 saqueta de fermento seco padeiro tipo ferminpan

– 15 gramas de psyllium husk ou Blond

– 3 ovos inteiros

– 1 gema para pincelar

– 50 gramas de óleo de coco

– 3 colheres de sopa de xarope de ácer

– 80 gramas de açúcar de coco

– 200 gramas de farinha de trigo sarraceno

– 140 gramas de farinha de amêndoa

– 100 gramas de fubá de mandioca

– 12 tâmaras medjol

– 150 gramas de frutos secos variados

– Q.b. de farinha de trigo sarraceno para polvilhar

Como se faz

Primeiro, numa taça, dissolva o fermento na água morna, junte-lhe o psyllium, misture bem até ficar sem grumos e deixe repousar. Depois, numa panela grande, coloque os ovos, o óleo de coco, o mel e o açúcar de coco e envolva tudo muito bem com a ajuda de uma espátula.

Junte as farinhas e a mistura de fermento e psyllium e misture tudo durante cerca de três minutos até ficar uma massa homogénea. Adicione oito tâmaras picadas e 100 gramas de frutos secos picados grosseiramente e envolva durante mais dois minutos.

Coloque a massa num tabuleiro forrado a papel vegetal e polvilhe com farinha de trigo sarraceno, até deixar de colar nas mãos, e deixe levedar 30 minutos. Com as mãos enfarinhadas com trigo sarraceno abra o buraco para formar o bolo, pincele com gema batida e enfeite com os frutos secos e as restantes tâmaras.

Em seguida, basta levar ao forno, pré-aquecido, a 180 graus durante cerca de 45 minutos. Depois vem a parte mais difícil, provar e deixar algumas fatias para os restantes convidados da ceia. É super simples, diferente e super saboroso.

De seguida carregue na galeria e conheça alguns exercícios para perder as calorias das sobremesas de Natal.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA