cultura

Portugal, a SIC, a Sagres e o Continente aparecem em “Não Olhem Para Cima”

Pode ter passado despercebido à maioria dos espectadores, mas foi usada uma imagem de arquivo do nosso País. E não faz sentido nenhum.
Foi uma escolha bastante bizarra.

O mais recente filme da Netflix, que estreou a 24 de dezembro, trouxe-nos um elenco cheio de estrelas, como Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Timothée Chalamet, Ariana Grande, Meryl Streep, Jonah Hill, entre outros. E, como todos sabem, desde esse dia que ocupa o primeiro lugar nos filmes mais vistos da plataforma (e o segundo dos conteúdos em geral). “Não Olhem Para Cima” foi escrito e realizado por Adam McKay e é uma sátira à crise da emergência climática.

Jennifer Lawrence interpreta uma estudante, enquanto Leonardo DiCaprio é o professor. A dupla de protagonistas descobre que há um cometa a aproximar-se com o potencial para destruir a Terra. Tentam avisar o mundo inteiro, através de entrevistas e de contactos com altos responsáveis estatais. Só que, para esespero de ambos, ninguém leva esses avisos a sério.

Quando os líderes mundiais finalmente percebem que o fim está iminente, começam a preparar missões espaciais para tentar salvar o planeta. Uma dessas missões prevê o lançamento de um foguetão capaz de desviar esse enorme cometa.

Durante esta cena, são mostradas imagens de várias partes do mundo, com os cidadãos desesperados a olhar para os grandes ecrãs que transmitem a missão em direto. Durante alguns segundos, podemos ver Portugal, numa transmissão da RTP e SIC, e patrocinada pela Sagres, Continente, Jogos Santa Casa e MEO. É irrefutável dizer que se trata mesmo do nosso País.

O momento foi partilhado no Reddit, juntamente com a frase “Nada nesta imagem faz sentido”. No grande ecrã lemos “Ônibus espacial americano Savior é lançado”, mostrando mais uma vez que os americanos pensam que Portugal e Brasil são o mesmo país. Ao lado, vemos os símbolos da NASA, a bandeira de Portugal e, surpreendentemente, o símbolo da monarquia.

Os utilizadores da rede social foram rápidos a criticar o filme, especialmente pela mistura entre o português de Portugal e o português do Brasil. “Isto soa-me que tiraram a filmagem de um evento qualquer desportivo (futebol num ecrã gigante) e adicionaram uns gráficos em CGI para o filme. O que explica o Ônibus (tradução péssima de um estagiário qualquer e o símbolo do FPF ali no meio”, lê-se. “Isto deve ter sido tirado dum Euro qualquer, possivelmente o 2012 ou 16”, diz outro redditor.

Já foram reveladas várias histórias de bastidores sobre este filme — como a NiT tem contado. Por exemplo, depois de Jennifer Lawrence ter revelado que fumou erva para o papel e de dizer que teve um dia “infernal” na rodagem com Leonardo DiCaprio, foi divulgado que o seu colega protagonista teria odiado uma cena em que Meryl Streep aparentemente aparece nua. Depois, foi contada a história em que DiCaprio teve de entrar num lago gelado para salvar um dos seus cães. 

Leia também a crítica da NiT e carregue na galeria para descobrir outras novidades das plataformas de streaming (e não só) que vale a pena ver nos próximos dias.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA