cultura

Jean Cremona juntou samba às músicas natalícias e relançou “Roda de Natal”

Novo projeto do artista seixalense vai ser apresentado num concerto de entrada livre, este sábado.
Não vai resistir ao ritmo.

Mais do que uma oportunidade para oferecer presentes aos amigos e à família, o Natal é um motivo para celebrar. Muitas vezes esquecemo-nos até que se trata de um aniversário. Foi por isso que o artista do Seixal, Jean Cremona, deu um twist nas músicas clássicas de Natal para lhe acrescentar um toque de samba.

“A Roda de Natal é um conjunto de músicas natalícias já conhecidas por todo o mundo, mas que agora são apresentadas num ritmo de samba, esse inconfundível género brasileiro mais alegre. A música de Natal é linda, é fantástica, mas demonstra uma certa tristeza por ser muito calma. Então decidi transformar a letra, que já é bonita, fala de Jesus”, diz o cantor de 45 anos à NiS.

Este espetáculo será apresentado no sábado, 9 de dezembro, pelas 15 horas, na Sociedade Filarmónica União Seixalense. Jean Cremona vai atuar no evento “Mais um Natal sem Hospital do Seixal”, para se associar à reivindicação da construção de um hospital público no concelho do Seixal. A entrada é livre e limitada à lotação do espaço, por isso é a oportunidade ideal para conhecer o novo trabalho.

“Muitas pessoas pensam que o Natal é só prendas, farturas e rabanadas, mas o Natal é a festa de Jesus Cristo, é por isso que temos de adicionar uma onda de samba e alegria, estamos a celebrar um nascimento”, acrescenta.

A “Roda de Natal” foi relançada em todas as plataformas digitais no dia 25 de novembro, pela editora Vidisco, e contém as faixas “Noite Feliz”, “Anoiteceu” e “Bate o Sino”. Acredite, esta mistura vai animar qualquer casa na noite de Consoada.

O músico seixalense vai aproveitar a quadra festiva para levar a “Roda de Natal” e o tema “Dança do Peru” numa tour pelo Brasil, a partir de 20 de dezembro. Ao longo deste ano, Cremona lançou outras músicas como “CALMA”, a 13 de outubro, e foi premiado com o terceiro e quarto disco de ouro no dia 7 de setembro.

Jean Cremona é natural de São Paulo. Aterrou em Portugal há cerca de 20 anos sem casa, chegou a dormir na rua e até passou fome. Porém, nunca desistiu do sonho de entrar no mundo da música. Para concretizá-lo, concorreu ao programa “Ídolos”, da SIC, em 2004, onde conquistou o quarto lugar na competição.

Atualmente, com mais de três décadas de carreira, o artista seixalense ostenta discos de ouro com os temas “Menina Levada” (2005), “O que Me Traga Bem” (2022), “Obrigado Mãe” (2023) e “Dança do Peru” (2023). Todas as distinções foram entregues em canais televisivos e visaram reconhecer o grande número de visualizações streaming alcançadas pelas obras de Jean Cremona, que já passaram a marca de um milhão.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA