cultura

Drama português “Carga” vai ser exibido no Seixal. A entrada é livre

Produção de 2018 ganha expressão seis anos depois nas comemorações do Dia Internacional da Mulher no Fórum Cultural.
Sara Sampaio é um dos nomes do elenco.

O filme português “Carga”, um dos mais aclamados nos últimos anos em termos de produção nacional, vai ser apresentado no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal no dia 22 de março, sexta-feira, pelas 21h30. Apesar de estar disponível na plataforma de streaming da HBO Portugal, é sempre uma sensação diferente ver as películas nos grandes ecrãs.

A trama conta a história de Viktoriya (Michalina Olszanska), uma jovem russa que sonha com um futuro melhor. António (Vítor Norte) é um camionista português a enfrentar graves dificuldades financeiras e que apenas deseja sustentar a família. Os seus caminhos cruzam-se quando ele é contratado para transportar um grupo de imigrantes ilegais. Mais tarde, António descobre que, ao aceitar aquele trabalho acaba por, involuntariamente, entrar num perigoso esquema de tráfico de seres humanos.

Filmado em Belmonte, Fundão, Covilhã e Castelo Branco, trata-se de uma história dramática sobre os meandros da exploração sexual e escravidão que marca a estreia na realização em longa-metragem de Bruno Gascon. Além de Olszanska e Norte nos papéis principais, o filme inclui ainda Rita Blanco, Miguel Borges, Ana Cristina Oliveira, Dmitry Bogomolov, Duarte Grilo e a modelo internacional Sara Sampaio.

Esta sessão de cinema está integrada no programa das comemorações do Dia Internacional da Mulher, concebido no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril de 1974. A entrada é gratuita, sujeita a reserva antecipada através de um formulário (70 por cento da lotação) e na bilheteira do Fórum Cultural do Seixal (restante lotação), no dia do evento. Para mais informações pode enviar um email para bilheteira.cultura@nullcm-seixal.pt ou pelo número 915 635 090 (de segunda a sexta-feira, das 10 horas ao meio-dia e das 14 às 17 horas).

Ficha técnica

Realização — Bruno Gascon

Interpretação — Michalina Olszanska, Vítor Norte, Rita Blanco, Sara Sampaio

Música — Filipe Goulart e Milton Nuñez

Edição — Maria Gonzalez

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA