cultura

O Desconcentra regressa ao Seixal com teatro, dança e artes circences

As ruas do concelho vão encher-se de arte contemporânea nos dois últimos fins de semana no mês de julho. A entrada é livre.
Imagem: Câmara Municipal do Seixal.

O Desconcentra faz parte da lista das maiores apostas culturais do município e está de volta nos últimos dois fins de semana do mês de julho, dias 22 a 24 e 29 a 31. O mega evento, que leva propostas artísticas às ruas das freguesias do concelho, foi lançado em 2020. O programa da terceira edição, segundo revela a Câmara Municipal do Seixal numa publicação online, “integra projetos de teatro-dança, instalação artística, performance e artes circences”.

Os vários momentos do Desconcentra serão desenvolvidos por estruturas artísticas profissionais que chegam à Margem Sul do Tejo a partir de diversos pontos de norte a sul do País. A ideia passa por, com a ajuda de cada uma delas, descentralizar a oferta de programas relacionados com as artes contemporâneas. Isto, claro, para chegar a novos públicos, dos mais novos aos adultos.

O programa da iniciativa estará a acontecer na zona ribeirinha de Amora e de Arrentela; no Parque Urbano de Fernão Ferro e no Parque Urbano José Afonso, em Miratejo; e ainda no Jardim do Seixal e da Quinta do Mirante, n’Aldeia de Paio Pires. A entrada, em qualquer uma das performances do programa, é gratuita.

Programação Desconcentra 2022

Sexta-feira, 22 de julho

21h30 — Circo contemporâneo “In Loco”. Acontece na zona ribeirinha de Amora e terá a duração de meia hora. É destinado a um público com mais de seis anos.

Sábado, 23 de julho

18 horas — Teatro do projeto Avós — Histórias Germinadas no Quintal. Neste caso, a peça recebe o nome de “Canção de Embalar” e será interpretada por Paulo Quedas. Decorrerá durante cerca de 35 minutos no Parque Urbano de Fernão Ferro. Os miúdos a partir dos três anos poderão assistir.

Domingo, 24 de julho

18 horas — Teatro do projeto Avós — Histórias Germinadas no Quintal. “A Avó Que Não Foi Avó”, com Graça Ochoa vai ser a história contada. A peça, a decorrer no Parque Urbano José Afonso, em Miratejo, tem a duração de sensivelmente 37 minutos e os mais novos, a partir dos três anos, poderão assistir.

Sexta-feira, 29 de julho

21h30 — Espetáculo “Eu Fêmea”, na zona ribeirinha de Arrentela (em frente à Quinta da Fidalga). Aqui, acontecem três sessões de 20 minutos com cerca de 10 minutos de intervalo entre elas. Só estão permitidos a assistir à performance maiores de 16 anos devido ao facto de conter nudez parcial.

Sábado, 30 de julho

21h30 — Teatro físico e circo contemporâneo “Mutabília”, no Jardim da Quinta do Mirante, n’Aldeia de Paio Pires. O espetáculo está ao encargo do Teatro do Mar, que chega ao Seixal diretamente de Sines. Terá a duração de 35 minutos.

Domingo, 31 de julho

21h30 — Circo contemporâneo “Raiz”, apresentado pelo Circo Caótico, do Porto, no Jardim do Seixal. É esperado cerca de 40 minutos de espetáculo.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA