cultura

Centro Internacional de Medalha Contemporânea é inaugurado esta sexta-feira

Recorde-se que a divulgação da medalha contemporânea tem sido uma aposta da Câmara Municipal do Seixal.

Era uma das inaugurações mais esperadas no Seixal e vai acontecer esta sexta-feira, dia 30, pelas 17h30, no âmbito das comemorações do 25 de abril neste concelho. O investimento municipal no Centro Internacional de Medalha Contemporânea foi de 248 594 euros. Por ali será possível conhecer e descobrir um pouco mais sobre a arte da medalhística e da vitalidade da criação artística contemporânea. 

“Este será um espaço cultural de enorme valor, pois permitirá a partilha de conhecimento entre a comunidade científica e académica, além de proporcionar ao público em geral o contacto privilegiado com esta área do sabor”,  referiu Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal do Seixal.

O centro situa-se na Quinta da Fidalga, em Arrentela. É o resultado da recuperação de um edifício histórico que ali existia. O projeto surge na sequência de uma aposta do município na área da medalhística, fruto de um trabalho com mais de 20 anos e já reconhecido nacional e internacionalmente, nomeadamente em bienais, exposições, formações, workshops e ainda num congresso mundial da Federação Internacional da Medalha.

A vista área.

Este local vai contar com uma sala de exposições temporárias, uma sala de reuniões, duas salas para oficinas, um centro de documentação especializado e uma sala para acervo, além de um espaço exterior. A exposição da abertura será composta por 80 medalhas com datas que vão desde 1813 até 2021, consistindo em doações de autoria de artistas que participaram nas bienais do Seixal e os prémios que promoveram.

No Centro Internacional de Medalha Contemporânea vão realizar-se várias atividades. Desde exposições regulares, a oficinas e ações de formação, bienais nacionais, internacionais e outras atividades — desde que promovam a investigação e a transmissão do conhecimento. 

Este local vai tornar a Quinta da Fidalga, em Arrentela e a Oficina de Artes Manuel Cargaleiro num espaço cultural de excelência. O horário até maio será de terça-feira a sábado, das 10 às 17 horas, passando depois a funcionar até às 18 horas nos mesmos dias da semana.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Av. República 2571, 2840-468 Arrentela
    2840-468 Arrentela
  • HORÁRIO
  • De terça-feira a sábado das 10h às 17h
  • Encerra segunda e terça-feira

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA