cultura

Afinal, quem vai ser o próximo James Bond? Estes são os 9 favoritos

Daniel Craig despediu-se da saga com “007: Sem Tempo Para Morrer”, que estreou nos cinemas a 30 de setembro.
Daniel Craig despede-se da personagem.

James Bond vai voltar. É com esta frase assertiva que termina “007: Sem Tempo Para Morrer”, o novo filme da saga, que estreou nos cinemas a 30 de setembro. Já se sabia que seria a última história com Daniel Craig no papel principal, mas, depois daquele final inesperado, os produtores quiseram assegurar que, como se esperava, vem mesmo aí um novo James Bond. A grande questão é: quem?

Esta é uma personagem que se espera que acompanhe os atores durante vários anos. É um papel que passa a definir o ator escolhido — e como se trata de uma saga tão popular com tantos fãs, muitas vezes a pressão é enorme. O próprio Daniel Craig, antes de ser um nome consensual após a estreia de “Casino Royale”, foi duramente criticado quando a escolha foi anunciada.

Muitos fãs achavam que Craig não tinha o perfil, que era demasiado baixo, feio ou loiro. Tudo isto é relatado, por exemplo, no documentário “Being James Bond”, que antecipou a estreia de “007: Sem Tempo Para Morrer” e que foi dirigido pela mesma equipa.

Em conversa com a “BBC Radio 4”, a produtora Barbara Broccoli, que trabalha nos filmes de 007 desde os anos 90, disse que só vai pensar em quem será o próximo James Bond em 2022. “Queremos que o Daniel tenha este tempo de celebração”, disse, citada pelo “Deadline”. “No próximo ano vamos começar a pensar sobre o futuro.”

Ainda assim, isso não tem impedido os rumores, os comentários nas redes sociais e os artigos na imprensa sobre as várias possibilidades. Numa altura em que Hollywood está empenhada em ter mais representatividade e definiu a inclusão como prioridade, muito também se tem especulado sobre se o próximo Bond poderá não ser caucasiano — ou até ser uma mulher.

Daniel Craig comentou sobre isso, explicando porque é que acredita que o próximo James Bond não deveria ser uma mulher. “Deviam simplesmente existir papéis melhores para mulheres. Porque é que uma mulher haveria de interpretar o James Bond, quando deveria existir um papel tão bom quanto esse, mas para mulheres?”

Rosamund Pike, que se deu a conhecer graças ao seu papel enquanto figura de Bond Girl em “007: Morre Noutro Dia”, estreado em 2002, parece partilhar da mesma opinião. Em 2018, numa conversa com o “The Guardian”, a atriz disse que “ele [James Bond] é uma personagem masculina. Ele foi escrito sendo homem e acho que provavelmente devia continuar como homem. E não há problema nisso”, afirmou. “Não temos de transformar personagens masculinas em mulheres. Vamos apenas criar personagens femininas e desenvolver histórias que se adaptem a essas personagens.”

A NiT selecionou nove dos nomes que mais têm sido apontados para serem o próximo James Bond. Além destes têm sido referenciados atores como Henry Golding, Tom Hiddleston, Cillian Murphy e Luke Evans.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos favoritos. E leia também a crítica da NiT ao novo “007: Sem Tempo Para Morrer”.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA