cultura

A peça de teatro infantil que quer quebrar estereótipos está a chegar ao Seixal

Ciclo Antiprincesas: Antónia Rodrigues será apresentado na Sociedade Filarmónica União Arrentelense. A entrada é livre.
Foto: Estelle Valente

Tanto as raparigas como os rapazes são enquadrados num certo estereótipo quando falamos de contos antigos. Elas as princesas, eles os heróis destemidos, normalmente são os papéis assumidos. No entanto, por vezes, existe uma troca de papéis, algo que nunca foi narrado.

Para quebrar este ciclo, a companhia de teatro infantil Teatro Meia Volta e Depois à Esquerda Quando Eu Disser, apresenta no Seixal o Ciclo Antiprincesas: Antónia Rodrigues. Nesta encenação de 40 minutos para miúdos com mais de seis anos, poderá acompanhar a história de uma marinheira do século XVI.

Antónia, que enfrentou tempestades numa caravela, conheceu terras distantes, lutou em batalhas ferozes, recebendo condecorações e olhares apaixonados pelos seus atos de bravura. Uma inspiração para as mulheres, mas sempre conhecida por António, afinal uma mulher não podia conquistar tal grandeza naquela época, mal eles sabiam.

A entrada é gratuita, mas está sujeita a reserva antecipada através de um formulário (70 por cento da lotação) e na bilheteira do Fórum Cultural do Seixal (restante lotação), no dia do evento. Para mais informações, pode enviar email para bilheteira.cultura@nullcm-seixal.pt ou pelo número 915 635 090 (de segunda a sexta-feira, das 10 horas ao meio-dia e das 14 às 17 horas).

A sessão decorre na Sociedade Filarmónica União Arrentelense — Largo Germano Gil Martins, no dia 16 de março, pelas 16 horas, e está integrado no programa das comemorações do Dia Internacional da Mulher, no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril de 1974.

Ficha técnica

Direção – Cláudia Gaiolas

Dramaturgia – Alex Cassal

Interpretação – Alfredo Martins

Cenografia – Saulo Santos

Figurinos – Ainhoa Vidal

Música – Teresa Gentil

Desenho de luz – Daniel Worm

Bordados – Isabelle Yvonne Dekien

Produção executiva – Armando Valente

Apoio – Largo Residências.

Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal e EGEAC – Planeamento e Produção de Eventos, em coprodução com o Teatro Municipal do Porto, Teatro Viriato e Teatro Meia Volta e Depois à Esquerda Quando Eu Disser.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA