cultura

A nova série nórdica da Netflix é só para os verdadeiros fãs de suspense

Chama-se “Katla” e chega à plataforma de streaming esta quinta-feira, 17 de junho. É uma produção islandesa.
Tem oito episódios.

Os fãs de thrillers nórdicos têm uma nova série para juntarem à lista de novidades a espreitar: chama-se “Katla” e estreia na Netflix esta quinta-feira, 17 de junho. É uma produção da Islândia cuja narrativa se passa no próprio país.

Katla é o nome de um vulcão real que existe na parte sul da ilha, parcialmente coberto por um glaciar. Apesar de não haver erupções significativas há mais de 100 anos — desde 1918 — vários especialistas acreditam que um dia possa voltar em força ao ativo.

Esta história imagina o que poderia acontecer caso o Katla entrasse mesmo em erupção. A narrativa acompanha as consequências desastrosas dessa situação para uma pequena terra remota, Vik, que existe perto do vulcão.

A protagonista é Grima, uma mulher determinada a resolver um mistério que parece impossível de decifrar — e esforçada em encontrar a sua irmã mais nova, que desapareceu há um ano, exatamente no mesmo dia em que o vulcão voltou a entrar em erupção de forma inesperada.

Este é apenas um dos vários acontecimentos estranhos e sinistros causados por este fenómeno natural. As pessoas daquela região ficaram perturbadas e começaram a evacuar a área por uma questão de segurança. Ao mesmo tempo, pessoas desaparecidas cobertas por cinzas vão aparecendo vindas do Katla.

Há elementos misteriosos congelados, dentro do glaciar, de períodos pré-históricos, que aparecem também de forma inesperada à medida que o gelo derrete. As consequências são inimagináveis. A sinopse do projeto não esclarece se há fantasia ou elementos sobrenaturais pelo meio.

O elenco inclui atores como Guðrún Ýr Eyfjörð, Íris Tanja Flygenring, Ingvar Sigurdsson, Aliette Opheim, Þorsteinn Bachmann, Haraldur Stefansson, Baltasar Breki Samper, Birgitta Birgisdóttir, Björn Thors e Aldís Amah Hamilton, entre outros.

A produção de oito episódios sobretudo dirigida por Baltasar Kormákur (“Dois Tiros”) foi mesmo gravada em Vik, na Islândia, numa altura de pandemia em que os habituais turistas não ocupavam a região. Terá sido um dos primeiros projetos da Netflix a retomar a rodagem depois da interrupção inicial. As paisagens remotas da ilha serão certamente uma das principais características de “Katla”.

Carregue na galeria para conhecer outras das principais séries de televisão que estreiam neste mês de junho.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA