compras

Já pode personalizar peças da Kiabi com bordados para oferecer no Natal

A marca francesa lançou um serviço que permite gravar nomes e iniciais. Há quatro tipos de letra e 14 cores disponíveis.
Há opções para homem, senhora e para os miúdos.

Todos os anos a cena repete-se. Na troca de presentes, há sempre uma manta para a avó e uma boina ou cachecol para o avô. O pai recebe uma garrafa de vinho, a mãe desembrulha um perfume que acabou de ser lançado e os miúdos abrem os novos jogos.

Seja por falta de tempo ou imaginação, muitas escolhas (apesar da boa intenção que as motivou) partilham uma característica: a ausência daquele toque pessoal. Pior: ainda não encontrou opções para todos? A Kiabi tem a solução para ambos os problemas.

A etiqueta francesa lançou um novo serviço que permite personalizar peças como T-shirts, sweatshirts, camisas ou polos com bordados. Pode gravar o nome ou as iniciais de um amigo, familiar ou companheiro.

O serviço está disponível online, mas também nas lojas físicas da Kiabi do UBBO, na Amadora, e no Mar Shopping, em Matosinhos (no entanto, é previsível algum tempo de espera, dada a enorme afluência aos centros comerciais típica dos dias que antecedem o Natal).

O processo é simples. Após aceder ao site da marca, clique na aba “personalização”. Depois terá de escolher o artigo que pretende personalizar e introduzir a expressão que pretende gravar. O passo seguinte é selecionar o tipo de letra (entre quatro possíveis) e a cor (a palete disponível inclui 14 tons).

Os bordados têm um limite de 15 caracteres e custam sempre 5€ (independentemente da dimensão). Não são permitidos nomes de marcas nem linguagem abusiva.

Criada em França, em 1978, a Kiabi já está presente em 25 países. A chegada ao nosso País aconteceu em 2001, quando abriram as quatro primeiras lojas da franquia em Beja, Santo André, Évora e Pombal. Atualmente, têm presença física de norte a sul.

Recentemente, a etiqueta também anunciou que o projeto-piloto “Segunda Mão by Kiabi” já está disponível em todas as lojas em território nacional. A retalhista começou por abrir vários corners com roupa usada em lojas espalhadas por toda a Europa, inclusive em Portugal. A iniciativa revelou-se um sucesso — e agora está em plena expansão.

Carregue na galeria para descobrir as propostas da linha de Natal da marca francesa, com modelos para miúdos e adultos.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA