compras

Esta marca seixalense é um verdadeiro paraíso para os fãs de papelaria criativa

O bullet journal é a grande novidade da D’Pepper Design, que também vende cadernos e agendas personalizados.
Há cadernos para todos os gostos.

Quando enfrentamos um bloqueio criativo ou precisamos de ajuda para organizar os nossos dias mais atarefados, o universo da papelaria criativa é um incentivo que não falha. A marca D’Pepper Design vende produtos feitos a pensar nestes momentos — e agora introduziu a magia do bullet journal à sua oferta.

Diana Pimenta é alentejana de gema, mas já vive no Seixal há sete anos. Quando terminou o seu curso de Design Gráfico, vinda de uma família empreendedora, sabia que o seu objetivo era lançar a sua própria marca e trabalhar por contra própria. Assim nasceu a D’Pepper, uma brincadeira com o seu nome de batismo. 

No entanto, aquilo que era inicialmente um negócio voltado para o design de logótipos, branding e identidade corporativa, acabou por se voltar para o mundo da papelaria. “Sempre fui muito apaixonada por cadernos e gastava balúrdios. Comecei a fazer cadernos só para mim e a mostrar às pessoas mais chegadas, que gostavam e encomendavam, e pensei que se calhar podia transformar este hobby num negócio”, conta a criadora à NiS.

O foco do projeto está na personalização dos produtos. Ou seja, os cadernos são criados de acordo com as preferências dos clientes. A verdade é que, se os cadernos, os planners e as agendas feitos à medida dos apaixonados pela papelaria criativa já eram um trunfo da marca, a aposta numa das grandes tendências deste universo, o bullet journal, foi um passo necessário.

“Nós podemos pegar em qualquer caderno e criar o nosso diário”, explica. Diana quer que, através do interior pontilhado deste caderno único, “a pessoa possa rasgar, pintar, colar e fazer o que quiser”. É um estímulo à liberdade criativa e tem imensos benefícios. “A pessoa fica com o seu diário e decora o interior, mas fica também com uma capa personalizada, com um nome, uma imagem ou um padrão”, conclui a designer.

O bullet jornal já é feito em papel reciclado, uma das principais apostas da marca para combater o desperdício de papel. Para 2023, o objetivo de Diana, visto que ainda tem muito stock de papel este ano, passa por conseguir com que também todas as agendas sejam feitas seguindo este modelo mais sustentável. 

Além dos valores ecológicos, o trabalho manual é outro dos pilares do projeto. Todos os produtos à venda são feitos à mão pela empreendedora, que produz tudo em casa — desde o corte do cartão individualmente ao plastificar das capas, passando pelo encadernamento, que pode ser feito através de argolas, de discos ou costurado.

Para o futuro, os objetivos da marca são muitos. Além da introdução de novos produtos como os clips magnéticos e canetas, borrachas ou lápis que possam acompanhar os cadernos, Diana Pimenta quer chegar às grandes papelarias. “Ainda estou a reunir os contactos e a preparar a abordagem porque tenho que chegar com uma abordagem bem construída”, sublinha. 

As encomendas são todas feitas online no website da marca, onde o cliente pode realizar a compra e fazer o pedido de acordo com a personalização desejada, sendo que se o produto final não corresponder à sua imagem, existe a possibilidade de fazer alterações. As entregas são gratuitas nas zonas de Almada e do Seixal. 

O valor inicial para o bullet journal é de 15€, sendo que o cliente pode adicionar elementos à parte, como separadores. O intervalo de preços varia entre os 4,50€ e os 7,50€, no caso dos cadernos, e entre os 20€ e os 24€, para as agendas.

De seguida, carregue na galeria para ficar a conhecer os produtos que a D’Pepper Design oferece.

 

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA