compras

Esta esteticista faz design de sobrancelhas com resultados naturais

Camilla Rocha é especialista em fios naturais e utiliza a técnica de microblading para alcançar o resultado desejado.
O procedimento não dói.

Há quem defenda que as sobrancelhas são a moldura do olhar. No universo da estética, é importante perceber que, tal como cada face é diferente, também as sobrancelhas devem manter a sua singularidade. Se forem feitas da forma correta, atendendo às especificidades de cada pessoa, são elas que dão a personalidade e a expressividade de que o nosso rosto precisa.

Camilla Rocha acredita que não é preciso inventar ou seguir fórmulas estabelecidas, mas respeitar o formato de cada rosto e entender cada sobrancelha. É esta a base do trabalho da jovem, de 24 anos, que se lançou no mundo da estética no início de janeiro deste ano e que se especializou em fios naturais.

Trabalhar com sobrancelhas não foi algo que lhe passou pela cabeça, apesar de sempre ter estado ligada ao mundo da beleza. “Entre os 16 e os 18 anos, cheguei a trabalhar esporadicamente com maquilhagem”, conta à NIS, revelando que não concluiu a formação superior na área da estética iniciada no Brasil.

Quando veio para o Seixal, em outubro de 2019, Camilla percebeu que o mercado português era completamente diferente e sentiu-se perdida. “Cheguei a fazer um curso de nail design, mas não me adaptei. Um dia, resolvi pesquisar sobre cursos de micropigmentação”, acrescenta.

“Reparei que o mercado da micropigmentação tem crescido muito e é principalmente o que faço. Trabalho em microblading, que é fio a fio, com o propósito de fazer algo mais natural”, explica. O objetivo de ambas as técnicas passa por inserir pigmento na pele, aparentando o formato de fios, mas o microblading requer o uso de um instrumento com microlâminas, o tebori e acaba por ser um processo mais invasivo.

Apesar de se ter especializado em agosto do ano passado, só no início deste ano é que Camilla, que se descreve como perfecionista, decidiu que se sentia preparada para o mercado de trabalho. Continuou a estudar, a treinar e agora é a responsável por um projeto onde transmite o seu amor por sobrancelhas e pela naturalidade.

“Mesmo quando trabalhava com maquilhagem e outras coisas, sempre gostei do natural. Não quero fazer uma coisa que ficasse marcada ou que descaracterizasse a pessoa”, sublinha. “O projeto que iniciei foi com o propósito de fazer com que as pessoas se sintam seguras a fazer procedimentos que tenham a duração de um ano, mas que não vão ficar com o rosto diferente”.

Camilla atende pessoas de todas as idades, a partir dos 18 anos, e trabalha inclusive com homens. Com este leque alargado, a esteticista compreendeu que o design de sobrancelhas vai muito além das medidas padrão que ensinam nos cursos. “Considero que cada rosto tem uma medida e uma personalidade”, explica. O seu foco é alinhar a expetativa do cliente com aquilo que é possível fazer no rosto da pessoa: “Não gosto de trabalhar com números exatos. Gosto de olhar, pedir para a pessoa se sentar à minha frente e ver o rosto dela, o desenho e a estrutura óssea para entender melhor o que ela quer”, explica.

A sua página de Instagram, onde divulga o seu trabalho, tornou-se também uma plataforma onde partilha conteúdos didáticos que possam ajudar as pessoas. É um espaço onde dá dicas, mostra produtos e publica vídeos para que os seus seguidores também possam entender melhor o que faz.

“Muita gente não conhece a técnica e é difícil fazer um procedimento que não sabe o que é, então tento trazer isso de forma simplificada”, acrescenta. Por isso mesmo, tenta esclarecer as dúvidas sobre a duração e a dor causada. Então, que fique aqui registado: não é um procedimento definitivo e também não dói.

Neste momento, Camilla Rocha realiza o seu atendimento numa clínica na zona Amora, um espaço que aluga por hora e por dia, de acordo com a marcação do cliente. Enquanto não conseguir abrir o seu próprio espaço, uma clínica de estética com serviços voltados para a área da beleza, divide a sala com outros profissionais para atender os clientes que não param de crescer.

Os interessados em fazer uma marcação ou tirar dúvidas podem entrar em contacto com Camilla Rocha através da sua página de Instagram ou pelo seu WhatsApp profissional (938 600 450).

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA