compras

Elsa Chagas: a estilista do Seixal que faz vestidos de sonho para noivas

Começou por confecionar fardas de cozinha mas acabou por descobrir o encanto dos casamentos e nunca mais parou.
Tem o dom na arte de fazer mexer as linhas e as agulhas.

Pode ter sido uma conceção que a sociedade criou ao longo dos tempos em torno do casamento, mas a verdade é que provavelmente não existe outra realidade mais próxima do mundo encantado e dos sonhos do que tudo o que acontece no dia em que dois apaixonados dizem, finalmente, o sim. O dia da boda é, aliás, para muita gente um dos momentos mais importantes da vida e quanto a ele não há grande margem para erro. Por isso, para que tudo seja perfeito existem várias figuras fundamentais para o assegurarem e Elsa Chagas é uma delas.

Nasceu em Lisboa, mas foi criada durante 25 anos em Sintra, numa aldeia chamada Vale de Lobos. Apaixonou-se, casou e veio diretamente para o Seixal, onde vive atualmente. A par do amor, teve sempre uma especial inclinação para a moda. De tal forma que quando era miúda acompanhava tudo o que eram publicações a respeito desta área, aplicando depois as dicas que aprendia nas roupas da altura. “Se olharmos para as fotografias da escolas, estão todos iguais menos eu. Os miúdos estão todos com aquilo que se usava na altura, e eu também, mas com um toque de maior irreverência”, começou por partilhar Elsa.

Só que, por ironia, não foi da moda que esta estilista decidiu fazer vida. Antes disso, formou-se em Economia, tirou um mestrado em Economia Internacional e durante muitos anos exerceu essa atividade. Até que houve um dia em que percebeu que não queria mais aquilo para a sua vida e estava na altura de mudar. E assim foi. Fez renascer em si um gosto antigo e abriu uma empresa de confeção. Só que o engraçado disto é que, na altura, Elsa não sabia sequer como alinhavar uma peça, fazer uma bainha e até mesmo pregar um botão.

Por partilhar a paixão da cozinha com o marido, decidiram agarrar-se a um projeto de criação de vestuário, mas num território muito específico: o do fardamento de cozinha. Dali, o sentido de estética de Elsa aliou-se ao gosto por tachos e panelas do companheiro e durante vários anos, num projeto a dois, fizeram daquilo a sua vida.

Ao mesmo tempo, a pedido de algumas amigas, Elsa começou a fazer vestidos de noiva. Isto acontecia porque por aquela altura esta estilista já tinha dominado a linha e a agulha e conseguia criar o que não se encontrava nas lojas de vestidos de noivas. Já vai perceber o porquê.

Estávamos em 2016 quando lhe lançaram um dos maiores desafios profissionais que já tinha tido até então: confecionar um vestido de noiva que ia ser admirado por 80 mil pessoas em pleno Rock in Rio. A noiva era a atual jornalista da SIC e comentadora do programa “Passadeira Vermelha”, Joana Latino. Na altura, as imagens do acontecimento correram Portugal e o vestido foi o que passou menos despercebido. Com total luz verde e liberdade de criação, Elsa tinha criado uma noiva muito boneca, mas estilo rock and roll, que era a cara da jornalista Joana Latino.

Este trabalho especial fez com que Elsa Chagas ficasse a gostar ainda mais deste universo das noivas (e das cerimónias). A estilista teve de tomar a difícil decisão de escolher entre o fardamento e a área das noivas e já calcula, com certeza, o que ganhou. A razão, explicou em conversa com a New in Seixal, é muito simples.

“Escolhi as noivas, de facto, porque este é um mundo encantado. Nós vivemos e construímos sonhos. O vestido de noiva é o vestido. É aquele vestido que desde pequenas idealizamos. Onde estão os nossos arranhões de joelhos, as nossas brincadeiras, os nossos sonhos, os projetos, as nossas lágrimas, as desilusões. Está tudo naquele vestido. E depois a projeção de futuro, que é o ser feliz e começar uma família. E nós sermos parte integrante desta construção é um orgulho tão grande, é uma honra”, confessa.

As razões que levam tantas noivas a procurar Elsa Chagas

Por norma, quando as noivas chegam até Elsa Chagas das duas, uma: ou sabem muito bem o que querem e vão até ao atelier da estilista mandar fazer aquilo que idealizam ou, por outro lado, já procuraram em todo o lado mas não encontraram nada com que se identificassem verdadeiramente.

Para fazer desde logo a triagem, o primeiro contacto de Elsa com a noiva é através de uma reunião. Trata-se de uma conversa informal em que, segundo assegurou a estilista, se cria uma empatia. Depois disso, é estipulado um modelo e um valor para o vestido e chega-se em conjunto a um orçamento. 

A partir daqui, começa a aventura. “Fazemos as provas e estes momentos são uma diversão, porque a noiva vem sempre expectante sobre aquilo que vai acontecer. Começo a montar o vestido, e, encontro após encontro, inicia-se a transformação. Existem até casos em que a noiva idealiza um modelo e depois, no meio do tempo, ele é transformado. Fazer um vestido de noiva é um processo muito, muito engraçado”, admite.

As vantagens deste tipo de serviço, além da vertente personalizável, assentam no facto de a noiva ter liberdade para dizer o que lhe agrada e o que não gosta. Outro aspeto importante é que a protagonista deste artigo já ganhou, até pela experiência, a capacidade de olhar para uma noiva e já estar a desenhar mentalmente o vestido que lhe assenta na perfeição. É que, na verdade, a própria noiva quando está em conversa com Elsa vai dando, até sem se aperceber, essas mesma diretrizes.

Por exemplo, torna-se fácil para Elsa perceber se a noiva é romântica, glamorosa, se tem um estilo mais rústico, mais inspirado nas celebridades de Hollywood, entre outros. Depois, é também importante saber onde vai acontecer o casamento, se é numa quinta, num rooftop de um hotel ou à beira-mar.

Fazer parte da história da vida de alguém é uma benção! Estar presente numa bolha de amor é uma honra! Fui escolhida…

Posted by Elsa Chagas on Monday, September 27, 2021

Como sabemos, estas capacidades são tudo coisas que se vão ganhando com o tempo e, claro, com a experiência. Nestes quase seis anos de atividade, Elsa, além de fazer vestidos, acompanhou dezenas de famílias até àquilo que considera ser um sonho. E isso, garantiu, é o melhor de trabalhar nesta área. Já no sentido oposto, apontou a ansiedade da noiva como dos piores aspetos com que tem de lidar no seu dia a dia.

“A determinado momento, a noiva fica de tal maneira nervosa com tudo, não é propriamente com o vestido, é com o aproximar da data e com o facto de querer que tudo esteja perfeito. E, de facto, está tudo perfeito. Só que ela está com uma visão tão turva e tem tanta pressão em cima, que acaba por criar ali algum mal-estar,” diz.

E, para comprovar, a estilista seixalense aproveitou para contar uma história que lhe aconteceu com uma das suas clientes. “Tive uma noiva que às 21 horas quis fazer a prova do vestido, casava no dia a seguir. Então, vestiu o vestido e comentou ‘pronto, já não vai ficar melhor do que isto, pois não?´. E eu, ‘pois, não vai ficar melhor porque está perfeito’. E estava muito linda. Ela saiu assim um bocadinho desanimada e fiquei de coração partido. No dia a seguir aconteceu o óbvio, mandou-me uma mensagem a dizer ‘Elsa, toda a gente elogiou. Estou linda, sinto-me a mulher mais bonita do mundo’.”

Além do atelier, Elsa abriu uma loja no Seixal

O novo espaço fica no Centro Comercial Gira Sol, em Amora, e a inauguração aconteceu no dia 11 de outubro de 2021. Só que ali o conceito é outro. O atelier fica guardado apenas para fazer a magia acontecer, isto é, para fazer nascer vestidos totalmente exclusivos e únicos com assinatura de Elsa Chagas. Pelo contrário, a ideia para a loja segue outra lógica de pensamento.

É direcionada para a venda de uma linha de vestidos de cerimónia mais económica com preços que vão variar entre os 80€ e os 120€. Em concreto, a pessoa entra na loja, experimenta a peça e leva-a para casa pronta a usar. Mas calma, não se fica por aí. Estão disponíveis todos os acessórios para combinar com o vestido. Sapatos, pochetes, brincos, pulseiras, máscaras — tão indispensáveis nos dias de hoje. “Pode sair daqui completamente vestida”, garantiu Elsa.

Para conhecer de perto o trabalho desta estilista pode visitar o espaço físico, mas também as páginas do Facebook e do Instagram. Além disso, é sempre possível fazer a sua marcação a partir do número 913 444 650.

De seguida, carregue na galeria para ficar a par do que pode encontrar na nova loja da estilista Elsa Chagas.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Luz Soriano
    2845-120 Amora

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA