compras

A BESTIE lançou uma nova coleção com peças únicas feitas em resina e fimo

A marca seixalense apresentou neste mês de março várias propostas de costura e bijuteria para a primavera/verão.
Estes porta-chaves são um dos destaques.

A comunidade online conheceu inicialmente esta marca seixalense como Deo Dot. Pelo nome e por ter um logótipo com a imagem de uma agulha era facilmente associada a um projeto inteiramente ligado à costura. É verdade que essa é uma parte integrante deste conceito, mas vai muito além disso. Por isso, as duas responsáveis, Raquel Fernandes e Filipa Joia, ambas de 29 anos, decidiram mudar para BESTIE o nome deste pequeno negócio. 

Com um novo nome desde janeiro deste ano, a marca made in Seixal decidiu dar um refresh ao seu visual. Especializada em costura, mas também em bijutaria e noutros universos como o das velas, a BESTIE não se prende a nada e pode percorrer todas as ideias que assim o entender. Essa é uma das razões que leva o projeto a apostar em várias novidades para as estações mais quentes do ano.

Um dos destaques desta coleção vai para os artigos em resina. Passaram a estar disponíveis porta-chaves com letras e marcadores de livros cem por cento feitos à mão. Os preços destas peças rondam os 5€. Além disso, pode encontrar agora também à venda bijuteria feita em fimo. Este é um tipo de material que se molda e que é capaz de criar todo o tipo de formas. Neste caso, origina brincos e fios desenhados inteiramente por Raquel e Filipa.

“Os nossos seguidores podem esperar ver uma coleção de primavera/verão muito floral cheia de cor e alegria. Queremos fazer jus à energia desta temporada”, explica Raquel Fernandes à NiS. Em paralelo, há ainda uma nova coleção, desta vez dedicada a material escolar e, claro, mais ligada à costura. Falamos-lhe de estojos grandes, retangulares e com padrões para todos os gostos. “As miúdas adoram ter muitos lápis e canetas e tenho a certeza que vão adorar esta nova aposta”, disse ainda Raquel.

A par desta peça, também foi lançado um outro estojo que traz um elástico para colocar na capa do caderno. “Esse vendi logo, nem deu tempo de publicar nas redes sociais”, revelou ainda esta fundadora da BESTIE.

Quanto às reações às novas peças, Raquel Fernandes espera que todos os clientes adiram bastante aos produtos. “A mais-valia de um conceito como o nosso é o facto de podermos ir ao encontro daquilo que o nosso cliente deseja. Nós personalizamos todos os produtos para que fiquem ao gosto da pessoa. Somos nós que idealizamos tudo e acabamos por desenvolver para cada pessoa modelos irrepetíveis”.

Apesar de as novidades serem muitas, os clientes regulares desta marca seixalense podem ficar descansados. As habituais pulseiras, brincos, fios em aço inoxidável continuam disponíveis para venda na BESTIE. 

O nascimento da BESTIE

O projeto seixalense criado pelas amigas Raquel Fernandes e Filipa Jóia nasceu em novembro de 2020. As atuais responsáveis pelo conceito conheceram-se porque trabalharam em conjunto numa loja. Nessa altura descobriram que partilhavam o gosto comum pela costura criativa. Além disso, sempre gostaram da ideia de poderem criar algo específico para cada pessoa.

Tanto Raquel como Filipa gostam de conjugar os looks diários com acessórios diferentes, que permitam uma maior personalização. Assim sendo, perceberam que ao criarem uma marca teria de ser com peças únicas e acessíveis.

“Quis arrancar com a parte da costura criativa e depois convidei a Filipa para se juntar a mim, porque queria introduzir a bijuteria”, contou à NiS Raquel quando conversou pela primeira vez com a New in Seixal. Desta forma, o projeto tem duas vertentes, ainda que o foco esteja na personalização dos produtos pedidos pelos clientes.

De seguida, carregue na galeria para conhecer os novos produtos únicos (e originais) desta marca seixalense.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA