comida

Sweet Land: a nova loja de doces na Amora que faz trabalhos incríveis com chocolates

Há gomas e até brindes repletos de açúcar e de sabores deliciosos. Não vai conseguir resistir.
Qualquer guloso ia gostar de receber um presente destes.

Fascinam os miúdos, mas também são capazes de fazer felizes os mais velhos. Nos últimos anos, as lojas de doces tornaram-se num ponto de encontro de gerações, que fazem questão de visitá-los e comprarem todas as gordices que quiserem.

Por isso, temos boas notícias para os mais gulosos. No dia 1 de março, terça-feira, abriu mais uma loja no concelho dedicada a estas pequenas e deliciosas propostas. A Sweet Land fica no número 52B da Rua Infante Dom Augusto, na Cruz de Pau. 

“Já pensava abrir um conceito destes há vários anos, mas entretanto optei por ir para outro sítio até conseguir reunir todas as condições para abrir uma lojinha minha”, começa por explicar à New in Seixal Vanessa Batista, a responsável de 39 anos. “A verdade é que gosto muito de miúdos, apesar de, claro, vender muito para adultos. Depois, decidi abrir uma loja aqui na Cruz de Pau porque não há nada parecido por perto”, revelou-nos ainda.

Além disso, o gosto por este universo já crescia dentro desta seixalense há vários anos. A razão: Vanessa tem duas tias que trabalham nesta área há mais de duas décadas. Ambas tinham as suas lojas físicas, mas depois andavam de feira em feira a vender doces. Graças a isso, desde muito nova que a fundadora da Sweet Land tem uma ligação próxima com gomas e chocolates. Essa paixão, contudo, só foi materializada este ano com o novo spot da Cruz de Pau, na freguesia de Amora.

É por lá que pode encontrar toda a variedade de doces, mas não só. Este conceito seixalense vende algo que o diferencia de todos os outros, pelo menos nas redondezas. Pelas mãos de Vanessa Batista, nascem propostas de brindes para festas, quer sejam de aniversário, chás de bebé, entre outras ocasiões.

Uma verdadeira delícia.

Falamos-lhe de trabalhos específicos como, por exemplo, chocolates que dão origem a mini árvores de Ferrero Rocher e corações de Kinder ou ainda de bolos de gomas para festas, que podem ter vários tamanhos e ser temáticos. Os preços variam de acordo com o tipo de pedido. Existem trabalhos a começar nos 10€ e os mais caros podem chegar, até pela complexidade, aos 35€.

“Até agora, a reação tem sido boa e sinto que é assim porque os clientes podem encontrar produtos muito diferentes do que estão habituados. No concelho há, de facto, algumas lojas de gomas, mas não fazem este tipo de trabalhos que eu faço, sobretudo com os chocolates. Na Internet ainda se encontra alguma coisa, mas pessoalmente os clientes nunca tinham visto. E vê-se que estão muito abertos a este tipo de propostas”, explicou à NiS.

Sobre o nome escolhido, Vanessa partilhou que desde o início que queria uma coisa mais direcionada para os jovens. Isto, claro, sem esquecer os mais velhos. Até porque o principal público alvo dos trabalhos que lhe falámos anteriormente são os adultos. Porém, mesmo assim, a responsável decidiu escolher o nome Sweet Land para chamar mais à atenção dos miúdos, que, nos dias que correm, falam cada vez mais e identificam-se mais rapidamente com o que está a inglês. 

Para o futuro, a principal responsável por este novo negócio seixalense espera conseguir fazer várias festas para que assim possa continuar a trazer novidades e a inovar na sua marca de doces.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA