comida

Rota dos Sabores da Baía: o evento gastronómico do Seixal que não vai querer perder

São 12 dias para aproveitar 16 dos restaurantes mais conhecidos do Seixal. Assim que acabar uma refeição já estará a pensar na próxima.
Foto: Jorge Velez.

A Baía do Seixal é um dos locais mais incríveis de toda a Margem Sul, quer seja pela vista privilegiada de Lisboa, Almada ou do Barreiro, mas também pela grande (e excelente) oferta gastronómica. Se pensava que após a Tour do Pitéu, que termina este domingo, 26 de setembro, podia finalmente voltar à dieta temos uma notícia que vai adiar esse plano.

Está quase a chegar mais um evento gastronómico ao Seixal, que promete ser uma viagem pela criatividade, inovação e tradição, através da exploração dos restaurantes do concelho. De 1 a 12 de outubro, a Rota dos Sabores da Baía está nas ruas do Seixal com um conceito claro — são 16 restaurantes com um menu de 20€, que inclui entrada, prato principal, sobremesa e bebida.

“A ideia do evento tem a ver com criar uma entidade gastronómica. Quem visita ao Seixal deve também passar pela experiência de aquilo que de bom se faz já no Seixal. Ao mesmo tempo que se tornou destino apareceram uma série de projetos ligados à área da restauração que são muito interessantes”, começa por explicar Luís Oliveira, o responsável pelo evento e dono de espaços como 100 Peneiras, Acqua Seixal ou Los Amigos Tacos Bar.

A grande vantagem gastronómica do Seixal, em comparação com outros concelhos, é a diversidade de projetos existentes, que aqui vai ser  bem aproveitada. “Nós sofremos muito da influência do mar, porque estamos próximos da costa atlântica, como do Rio Tejo, e temos também influência da gastronomia mediterrânica, porque muita gente migrou para o Seixal vinda do Alentejo ou de outras regiões.”

Com esta ideia na cabeça e juntando estas influências, o seixalense pensou que poderia criar um evento que reunisse vários restaurantes com o mesmo objetivo: proporcionar experiências únicas. O objetivo principal é divulgar a identidade do concelho, mas também a diversidade dos restaurantes seixalenses.

A ideia já é antiga

Em 2019 começou a pensar neste projeto como algo mais sério e chegou até a ter reuniões preparatórias para a organização do evento. “Ia inclusive receber dois chefs com estrela Michelin, um italiano e outro espanhol, mas o projeto teve que parar nessa altura porque a pandemia não permitia viagens.”

Com o fim das restrições (e uma quase normalidade anunciada para outubro), decidiu que podia começar com o evento. A ideia não é propriamente nova, mas Luís quis recuperar a ideia do Festival Gastronómico que existiu no Seixal na primeira década de 2000.

O prato do Lisboa à Vista.

Agora, o evento prepara-se para arrancar na primeira semana de outubro com 16 restaurantes aderentes. Entre os espaços presentes estão o Àdo Caetano, Bistrô Espaço Memória, Casta Wine, Correr D´Água, Ferro Velho, Gonzagalez, Kamba, Lisboa à Vista, Los Amigos, Mundet Factory, Marisqueira O Pinto, Piccolo, Tapas ou Rio e Taberna do Sousa.

Estes espaços foram os espaços escolhidos pela qualidade da comida, mas também pela proximidade e ligação à Baía do Seixal. O conceito é, sobretudo, gastronómico, sendo o objetivo aliar qualidade de serviço à dos pratos. “Penso que temos um grupo de restaurantes muito interessantes, que oferecem uma experiência muito boa a quem visita o Seixal.”

A organização pediu aos responsáveis dos restaurantes para olharem para as tradições seixalenses — e a maior parte dos menus andam à volta do peixe e da gastronomia mediterrânica. As expetativas são de que os clientes, que espera que sejam os seixalenses e os turistas, gostem da experiência e fiquem com vontade de regressar.

O Casta Wine está incluído.

Com um menu de 20€ (o preço é igual em todos os espaços) o objetivo é criar três momentos gastronómicos, que passam por uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. No entanto, precisa de reservar mesa para participar no festival, para que as pessoas garantam sempre que tenham uma experiência gastronómica. 

Ao longo de 12 dias pode experimentar as 16 opções aderentes ao festival. Todos os participantes têm acesso a um passaporte com toda a informação do evento e onde vai carimbando os locais que visita. Se frequentar cinco restaurantes tem direito a uma oferta de um cocktail.

“Vamos então fazer uma primeira edição do Festival Gastronómico, que vai ser feita num conceito de rota, para visitar os restaurantes. Mas, já está em preparação uma segunda edição para o ano que vai ter surpresas e outros eventos a acontecer, como show cooking.”

De seguida, carregue na galeria para conhecer algumas das propostas gastronómicas deste evento.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA