comida

O rosé ideal para acompanhar peixes e mariscos custa 13€

A proposta do Soalheiro também combina bem com saladas, pratos da cozinha asiática e mediterrânica.
Experimente.

Não é novidade que a estação quente pede vinhos e pratos refrescantes. O grande desafio, contudo, passa muitas vezes por encontrar os que combinam na perfeição com as refeições, sem precisar de gastar fortunas. A nova colheita do Mineral Rosé do Soalheiro pode ser a solução que procura para os seus problemas.

Descrito como “delicado e seco”, funciona como “um excelente aperitivo, ótimo para ser consumido a copo”, avança a marca. É ideal “para harmonizar com pratos leves, como saladas, peixe ou marisco, pratos da cozinha asiática e mediterrânica”, acrescenta.

Com uma cor rosa clara e um aroma frutado mas, ainda assim, fresco, fica bem em qualquer mesa. Na boca, “revela um sabor intenso e mineral”. É à “combinação inusitada da casta rainha da sub-região, o Alvarinho, com uma casta internacional, o Pinot Noir”, aliada ao “perfil seco, mineral e de teor alcoólico moderado, sem a doçura intensa muitas vezes associada aos rosés”, que o rótulo deve a sua singularidade.

Aqui está ela.

A proposta que chega agora ao mercado por 13€, surge inspirada no estilo de rosé originário no Sul de França e espelha as especificidades de dois territórios da região dos Vinhos Verdes: “a intensidade aromática característica do Alvarinho em Monção e Melgaço, aliada a uma marcante mineralidade, resultado, por um lado, da seleção de uvas Alvarinho (70 por cento) provenientes de vinhas de altitude e solos granítico, e por outro, do Pinot Noir (30 por cento), produzido junto à costa atlântica, que lhe confere uma frescura surpreendente e um perfil diferenciado”.

Carregue na galeria para conhecer conhecer outros vinhos rosés que deve experimentar. Não custam mais do que 5€.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA