comida

O Kailua Fonte da Telha regressou com novas bebidas para pedir na praia

O menu completo inclui bowls, poke bowls, tostas, hambúrgueres, pizzas e até gin, sangria e vinho.
Fresco.

O mês de junho marca o início das férias de muitos portugueses, que aproveitaram o feriado para fazer ponte, mas também das escapadinhas ao final do dia até à praia. Embora não façam parte do concelho, os seixalenses têm excelentes praias à distância de uma curta viagem de carro. A Praia da Morena ou a Fonte da Telha são algumas das mais populares na época balnear, que começou a 1 de junho.

Se vai à praia não só para dar mergulhos, mas também para comer ou beber num dos espaços de praia, temos novidades frescas. O Kailua Fonte da Telha é um dos restaurantes mais conhecidos desta praia e lançou as novidades que vai querer experimentar este verão.

“O Kailua surgiu de um sonho”, conta-nos Sara Coelho, com 40 anos, e uma das fundadoras deste espaço. Em conjunto com o irmão, Carlos Coelho, de 27 anos, colocaram mãos à obra em 2013 para concretizarem o sonho de terem um restaurante na praia. “Com muita dedicação, esforço, amor, família e amigos, o sonho aconteceu.”

O nome é uma homenagem a uma praia que existe no Hawai, cuja presença está bastante evidente no conceito do restaurante na Fonte da Telha. “O conceito tem uma história, toda a ementa, a imagem, a decoração, ambiente e a equipa fazem parte da experiência que queremos dar”.

Ao longo dos anos, os responsáveis tornaram o espaço num local com mais consciência ecológica, recorrendo a menos pratos de carne, menos plástico e envolvendo-se também na limpeza da praia.

Para os amantes de bebidas frescas, há novos sumos, lançados na reabertura a 20 de maio, e que são servidos em garrafas de vidro de meio litro. Os clientes podem levar as garrafas para serem reutilizadas por eles próprios ou que seja reutilizada pelo restaurante. Pode experimentar o Stay Safe, numa clara alusão à pandemia, e que é feito de banana, laranja, cúrcuma e gengibre (6,50€); ou o Here Comes The Sun (7,5€), com manga, maracujá, laranja e cenoura. Se preferir pode também pedir o clássico de laranja (7€) ou o Summer (7€), com morangos, melancia e maracujá.

Em relação às bebidas com álcool, há uma grande variedade para escolher. Se for com amigos ou família podem sempre mandar vir uma Sangria Kaiula, por 24€, e que inclui espumante, polpa de manga, maracujá, morangos, lima e manjericão, a Sangria Rosé (22€) ou a Sangria Branca (20€).

Há ainda três gins diferentes que são uma excelente opção para um final de tarde na praia. O Vítor Horta, por exemplo, é servido com água tónica 1724 e dois ingredientes à escolha, que podem ser lima, limão, laranja, zimbro, canela ou gengibre. Por sua vez, o gin Bulldog custa 12€ e tem morangos, manjericão, pimenta rosa e água tónica 1724.

As bowls foram renovadas

Como a ida a este restaurante não se fica apenas pelas bebidas, pode aproveitar para fazer uma refeição completa. As bowls foram atualizadas e os ingredientes foram alterados. A mais simples é a Holualoa (11€), com ingredientes como frango grelhado, manga, morangos, tomate cherry, pepino ou tostas integrais. Pode optar ainda por mais quatro opções: a Kailua (14€), a Volcano (12,5€), a Kapalua (13€) ou a Hawí (14€).

No menu continuam alguns dos pratos que caraterizam este espaço na Margem Sul. As pizzas são alguns dos pratos com mais sucesso e pode escolher entre cinco opções, com ingredientes diferentes. Por exemplo, a pizza rústica custa 13,5€ e tem queijo mozzarella, queijo de cabra, queijo gorgonzola, queijo taleggio, rodelas de batata doce roxa, rúcula, orégãos e azeite.

As sobremesas. (Foto: Rita Tojal)

Pode ainda comer poke bowls, hambúrgueres vegetarianos, tostas ou algumas das sobremesas, como o Pudim de Chia, que consiste basicamente em sementes de chia envolvidas em creme vegetal de baunilha, doce de coco, servida com fruta fresca. A ementa está disponível no site do restaurante — e pode encomendar através dessa plataforma para receber em casa, com entregas no Seixal, ou levantar no Kailua Fonte da Telha.

“A reabertura correu muito bem. Estávamos cheios de saudades de voltar a ver um ambiente feliz e tranquilo.” Carregue na galeria para ficar a conhecer o espaço e algumas das novidades.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA