comida

Casta tem uma nova carta com vários petiscos para acompanhar os vinhos

As bebidas continuam a ser o grande destaque, mas os novos pratos não ficam nada atrás.

Apaixonados pela restauração, hotelaria e vinhos, estes três amigos estavam a trabalhar no estrangeiro quando decidiram voltar para Portugal e abrir um wine bar com vista para a baía da Amora. O espaço foi inaugurado no dia 5 de outubro, num prédio construído em 1930, onde funcionou o antigo posto de correio e o café central da Amora. 

Começaram apenas por fazer tábuas de queijo, tostas e individuais de charcutaria e queijo para acompanhar os vinhos. No entanto, o confinamento obrigou os responsáveis a virarem-se para o take-away e optar por petiscos que os clientes pudessem comer em casa e até um cozido à portuguesa, feito uma versão diferente do habitual. 

“Desde que começamos, onde não tínhamos cozinha e apenas fazíamos as famosas tábuas, até ao take-away onde já tínhamos feito uma pequena obra para ter cozinha, começámos a pensar em apresentar pratos cozinhados sempre pensando fora da caixa”, conta-nos Ricardo Campaniço, um dos sócios. 

Agora, com a reabertura dos restaurantes, vão continuar a apostar nas bebidas e nos petiscos que os caraterizam, mas reforçam a aposta na cozinha, com novos pratos para comer na esplanada ou no interior do restaurante, desde que não sejam mais que seis pessoas na mesma mesa na esplanada ou quatro no interior.

“Mantivemo-nos fiéis a algumas das iguarias que sempre nos definiram e tornaram conhecidos desde o início. A isso juntamos outras surpresas”.

Os ovos.

Entre as novidades, pode optar pelos ovos, quer sejam rotos (8€), bennedict (8€) ou à florentine (7,50€). Para complementar a entrada, tem o novo prego à casta (7,50€), o folhado do chef (7€), ou camembert no pão com azeite, alho e alecrim (9,50€). 

Também pode comer o ceviche (12,50€) feito pelo chef Pedro Lemos ou o tártaro de salmão (12€)  para os fãs do peixe. Para terminar, há um novo brownie de chocolate caseiro (5€) ou a mousse de lima (4€).

Além disso, adicionaram quatro vinhos de regiões diferentes a copo, quer nos tintos como nos brancos. Nos verdes e rosés há apenas um vinho a copo. Já nos espumantes passaram a ter o espumante italiano Prosecco e não há a opção de pedir apenas um copo, de momento.

Da carta antiga mantêm-se as tábuas de queijo, à qual foi acrescentada uma variedade de queijo, e a da charcutaria, que passou a ter cinco propostas diferentes. Em relação aos pratos principais ficou também o hambúrguer à casta, que fez sucesso no take-away.

Em breve, vão voltar a fazer almoços aos fins de semana. Carregue na galeria para ficar a conhecer os principais destaques da carta.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Largo Machado Santos, 32
    2845-454 Seixal
  • HORÁRIO
  • Quarta a segunda
  • Das: 15:00
  • Às: 00:00
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Tapas

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA