comida

Há um novo bar para beber cocktails e petiscar no centro do Seixal

O Confinado Bar quer atrair os seixalenses para irem tomar um copo à noite e colocar a conversa em dia.
Abriu em abril.

Abrir um negócio novo no meio de uma pandemia mundial é um enorme desafio, como seria de esperar. No entanto, lançar um bar, quando a atividade noturna está quase parada há um ano, pode parecer uma loucura. O que é certo é que a partir do dia 5 de abril, os seixalenses já têm mais um local para beber e petiscar no centro da cidade.

O Bar Confinado é um projeto que estava a ser pensado há algum tempo e que, de certa forma, acaba por ser a continuação de um negócio anterior.

“Abri uma garrafeira na Cruz de Pau e estivemos abertos durante dois anos. Serviu mais para fidelizar clientes e ganhar o conhecimento como negócio próprio”, conta à New in Seixal, Sérgio Morais, com 38 anos, e um dos responsáveis do bar.

Em conjunto com Miguel Rosa, 22 anos, e David Canário, com a mesma idade, pensou em criar um espaço onde as bebidas fossem o centro da carta, mas onde houvesse também espaço para os petiscos. “Decidimos arriscar e chamar-lhe Confinado, por causa do Covid-19, e que para já tem corrido até bastante bem”.

Com experiência em restauração no setor da hotelaria e também com os dois anos de trabalho na garrafeira, achou que tinha tudo o que era preciso para se lançar numa nova vertente. Em conjunto com a mulher, Sandra Versos, apostou nesta vertente. Falou com Miguel, amigo de longa data, e David, o seu enteado, e encontraram o espaço em janeiro.

“Quisemos ainda ter a garrafeira até ao Natal porque é sempre uma altura forte. Só em novembro é que encontrámos o espaço que queríamos e fizemos negócio com o proprietário”. As obras arrancaram logo nesse mês e até abril, os três amigos fizeram tudo sozinhos para prepararem a abertura deste espaço. “Preferimos que fosse no Seixal porque os clientes são mais fiéis aí”. 

Atividade noturna em pandemia

Não quiseram ser mais um bar. “Muitas vezes os clientes vão a um bar e só têm as bebidas e uns aperitivos”. No Bar Confinado há petiscos para todos os gostos. As tostas são alguns dos pratos mais pedidos, como a tosta à confinado ou a tosta de frango. Há também uma tábua de queijos e enchidos para partilhar com amigos — desde que não excedam os quatro clientes por mesa. 

A tábua de queijos.

Como se percebe pelo trocadilho, o nome do bar pretende transmitir aos clientes a sensação de que estão novamente confinados. “Uma pessoa está aqui a beber uma imperial e a comer uns queijos, e sente-se bem. É na prática como se estivesse confinado”. No bar está também a funcionar a  Garrafeira Morais e Versos.

Numa fase inicial, o governo apenas permitiu a reabertura da restauração em serviço de esplanada. Neste bar, conseguiram abrir logo as mesas nessa fase, uma vez que têm um espaço exterior relativamente grande. “Tivemos vários dias com a esplanada bem preenchida e sentimos que se pudéssemos estar abertos mais tempo, que ainda tínhamos mais clientes”. 

Como têm que fechar obrigatoriamente às 22h30, por causa das restrições impostas pelo governo, o conceito teve que se adaptar aos novos tempos. “Obviamente que agora vamos trabalhar menos os cocktails e as bebidas, mas depois temos a comida para compensar”. 

Os clientes até têm sido relativamente compreensivos e nunca tiveram nenhum problema com o facto de terem de fechar mais cedo do que seria normal para um espaço noturno. O objetivo é que assim que o governo permita ficarem abertos até mais tarde e ter petiscos para os seixalenses comerem fora de horas.

Carregue na galeria para ficar a conhecer o novo spot e os pratos principais.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Praça Luís de Camões 57, 2840-488 Seixal
    2840-488 Seixal
  • HORÁRIO
  • Todos os dias das 15h às 22h30m
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Tapas

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA