comida

Este negócio tem os doces ideais para oferecer a quem mais gosta

O Doceliê foi lançado no início de janeiro e vende produtos feitos a pensar em ocasiões especiais.
Podem ser oferecidos em aniversários.

Os doces são, no sentido literal da palavra, o coração do projeto de confeitaria Doceliê. Seja para oferecer em datas especiais ou porque tem vontade de mimar alguém importante na sua vida, a verdade é que não há quem resista a estes chocolates em forma de coração.

Janete Almeida desenvolveu uma ligação com a confeitaria quando ainda era pequena, começando a fazer os bolos e os doces para os eventos de família. Com 25 anos, a criadora do negócio voltou a ficar desempregada e decidiu lançar a Doceliê no início de janeiro deste ano para experimentar vender corações geométricos feitos em chocolate. 

“Sigo muitas páginas de doces e bolos e vi que isto é algo que se oferece nos Estados Unidos da América e no Canadá. Achei interessante e, como não encontrei algo parecido aqui, pensei que era uma boa ideia para começar”, conta Janete que mora no Seixal há três anos. 

A premissa é muito simples. Os corações são feitos de forma a poderem ser partidos, contendo uma surpresa por dentro. “São doces personalizados para oferecer em ocasiões especiais. Vêm numa caixa com um martelinho e têm uma surpresa por dentro. A pessoa pode escolher colocar algo que quer oferecer, podemos adicionar chocolates e personalizar o coração com alguma frase”, explica.

O coração geométrico vem com um martelo.

Com o Dia dos Namorados a aproximar-se, Janete aproveitou a data e lançou caixas especiais para assinalar a data mais romântica do ano. “O único coração que podes partir!”, anuncia o post de Instagram onde foi partilhada a novidade. São cerca de seis caixas diferentes, sendo que os preços variam entre os 10€ e os 30€. No futuro, Janete pretende continuar a lançar caixas personalizadas para oferecer em ocasiões especiais, como o Dia da Mãe, por exemplo.

Além destas boxes especiais, os clientes contam ainda com as cinco caixas fixas do projeto, com as mais baratas a custarem 10€ e a caixa mais cara a chegar aos 25€. Esta última contém um coração geométrico quebrável, um martelo e seis cakesickles, bolos em forma de gelado ou mini corações. No entanto, o negócio não se fica apenas pelos corações geométricos e a oferta da Doceliê também contempla brigadeiros, brownies, cupcakes, cakesickles e cake pops, os bolos de palito. 

Sobre o futuro do projeto, Janete Almeida pretende investir na formação, aprofundando os seus conhecimentos na decoração de bolos e abrir um espaço próprio para produzir os seus doces. Neste momento, o trabalho é todo feito em casa e o projeto é desenvolvido online. 

Quanto às encomendas, podem ser feitas através de mensagem privada na conta de Instagram da Doceliê e devem ser realizadas entre quatro a seis dias úteis antes. No pedido, deve estar incluído o nome e o contacto telefónico, a data desejada, a hora de recolha ou de entrega, a escolha, a quantidade do produto e os detalhes específicos.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA