comida

Crush, o novo brunch do Seixal foi criado por uma jogadora de futsal e uma tatuadora

Das bruschettas com bacon aos scones com doce, a NiS foi experimentar e conta-lhe tudo o que pode esperar.
Olhem só o aspeto.

Um amor à primeira vista, seja pelo espaço ou pelos sabores. Assim é o Crush, o novo brunch do Seixal que conquista corações pelos olhares e pela forma como nos enche a barriga. Com o espírito empreendedor de duas veteranas na gestão da McDonald’s, este espaço veio dar tudo o que os moradores de Bacelos de Gaio precisavam.

Desde o dia 8 de março que pode ir até esta zona experimentar uma grande variedade de produtos e um brunch à moda francesa com um toque pessoal de Rute Magalhães, 30 anos, e de Paula Figueiredo, 44. Ambas naturais da Torre da Marinha, as duas amigas criaram um grande laço de amizade quando trabalhavam juntas na McDonald’s de Corroios.

Paula era gerente e Rute era assistente de gerência, cargos que fizeram com que passassem muitas horas juntas a tentar proporcionar o melhor serviço possível aos clientes. Ambas gabam-se que detêm o recorde de mais carros atendidos no McDrive de Corroios durante uma hora (133 veículos).

“Sempre trabalhámos bem juntas, na McDonald’s é tudo muito dinâmico e com muita adrenalina e lá dentro acabamos por ganhar laços com quem lá trabalha. No entanto, decidimos que estava na altura de gerirmos uma projeto nosso. A Paula saiu no dia 31 de janeiro e eu no dia 17 de março”, confessa Rute à New in Seixal.

Rute sempre gostou de futebol, mas acabou por jogar futsal no Miratejo, sendo que depois foi transferida para o Belenenses. Mas essa vida já lá vai, agora dedica-se ao mundo das tatuagens e, desde 2022, que faz trabalhos em casa. Recentemente, mudou as ferramentas de desenho para o estúdio Gury Seixal.

Paula joga futsal desde os oito anos e foi campeã nacional de futsal feminino pelo Pinhal de Frades, o que lhe valeu uma convocatória para a seleção portuguesa feminina da modalidade. Licenciou-se em Engenharia Química e foi gerente durante 26 anos em vários McDonald’s da Margem Sul.

“Vimos o anúncio na OLX de que este espaço estava disponível para ser alugado, eu disse à Rute que gostava muito do sítio e que tinha clientes espetaculares. Era ideal para praticarmos o conceito que queríamos implementar. Eu e a Rute por acaso gostávamos de ir tomar o pequeno-almoço fora e o brunch era sempre uma das nossas escolhas. Por isso, mantivemos o conceito da pastelaria tradicional, já que a comunidade precisa desse conceito de abrir cedo para as pessoas que vão trabalhar virem buscar o pão e terem um pequeno-almoço tradicional, e dar o passo extra do brunch”, conta Paula.

O espaço encontra-se na antiga pastelaria Doce Gaio e as obras demoraram cerca de um mês. O balcão continua o mesmo, mas as paredes, decoração, cadeiras e os quadros são totalmente novos e com a marca visual do Crush, com capacidade para atender 20 clientes no área interior e cerca de 40 no exterior.

A nossa experiência

Era impossível passarmos por este novo conceito e não provarmos o delicioso brunch à moda francesa. Tudo foi escolhido por Paula e Rute, que combinaram uma junção dos pratos que mais gostavam dos brunches onde iam.

À equipa da NiS foi servido um croissant normal (1,60€) e outro de doce de ovo e amêndoa (3,10€), um scone (1,50€), pão, manteiga e doce, uma fatia de bolo, uma bruschetta de ovo Benedit, abacate, rúcula e bacon (7€), panquecas com mascarpone, banana, canela e bomboca de café (5,50€) e, por fim, um Croque-Madame de pão brioche, mostarda dijon, queijo, presunto, molho bechamel e ovo (9€). Para beber, provámos um caramel macchiato (4€) e um galão descafeinado (1,50€).

No meio de tanta iguaria, destacamos o sabor dos croissants, dos scones, do bolo à fatia e da bruschetta. O Madame-Croque também estava bom, mas deixamos o aviso de que é um pouco picante devido à mostarda. As bebidas são servidas com uma bolacha lotus para acompanhar. No fundo trata-se mesmo de um brunch, são pratos que não se encontram noutros lugares tão facilmente e garantimos que vai ficar muito bem servido.

O espaço é calmo e, apesar dos vários clientes, não é confuso. A montra está sempre a ser reposta e tem boa apresentação. Os bolos à fatia, uma das especialidades que chama mais a atenção, mudam de valor consoante o tipo de bolo à venda, por isso tem sempre de perguntar o preço primeiro.

Pode pedir os pratos de forma individual ou optar pelos três tipos de brunch disponíveis. Aqui encontra-se o Vintage (12,50€) composto por scone, pão, ovos com bacon, iogurte de granola com fruta e uma bebida fria ou bebida quente, o Gaio (15,50€) com scone, pão, croissant, ovos com bacon, iogurte com granola e fruta, fatia de bolo, bebida fria, bebida quente e acompanhamentos, ou o Crush (26,50€) com dois scones, dois croissants, ovos com bacon, iogurte com granola e fruta, panquecas, Croque-Madame, uma bebida fria e duas bebidas quentes. 

Se for com um miúdo, saiba que ainda existe o Petit Crush (8€), um mini brunch para os mais pequenos com pão de leite, leite ou capri sun, uma tacinha de cereais, queijinhos e panqueca com Nutella.

No que toca à vertente de cafetaria, pode encontrar tostas, croissants, panquecas, waffles, japonesas, fatias douradas, bagels, bowls, sumos naturais e batidos. Outro destaque do Crush são os chás especiais servidos em bules de vidro (1,60€ para uma pessoa e 2,50€ para duas pessoas). Aqui pode escolher entre os aromas de camomila e menta, red velvet, pastel de nata, caramelo salgado, morango e melancia, manga e maracujá e morango spicy.

Caso não seja fã de pequenos-almoços ou brunches, o Crush também serve refeições de almoço e tem disponível o serviço de take-away. Se ficar pelo restaurante, o preço é de 8€. No caso de ser para levar, paga 12€, sendo que esta versão dá para duas pessoas. A ementa muda todas as semanas e está disponível para consulta num letreiro dentro do spot.

Estes pratos são mais clássicos, mas contam com muita variedade, como lasanha, strogonoff, frango à passarinho e até mesmo açorda de camarão. Enquanto espera pelo seu pedido pode aproveitar o wifi gratuito e ouvir as músicas estilo vintage que passam no Crush.

Carregue na galeria e veja por si mesmo como é este novo espaço do Seixal.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Guilhermina Suggia, 22
    2840-129 Paio Pires
  • HORÁRIO
  • Todos os dias, das 7h às 19h
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Brunch

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA