comida

Seixalenses, o Festival de Francesinhas começa esta quinta-feira

A Avenida Silva Gomes, na Amora, vai ser o palco do evento que traz ao concelho a famosa especialidade do Porto.
A especialidade do Porto já está na margem sul do Tejo.

São tradicionais da gastronomia do norte do País, mas isso não significa que outras regiões portuguesas não possam também homenagear as francesinhas. O Seixal não é exceção e já a partir desta quinta-feira, 4 de novembro, que se vai transformar na capital da francesinha, já que vai acolher a edição do festival gastronómico dedicado a este petisco nortenho.

Pela primeira na margem sul do Tejo, o festival, que já passou por várias cidades estrangeiras, como Paris e Londres, e outras portuguesas, como Porto, Lisboa, Coimbra e, mais recentemente, Oeiras, encontra agora como palco a Avenida Silva Gomes, na frente ribeirinha da freguesia de Amora, no concelho do Seixal.

Os restaurantes convidados a participar nesta edição do evento representam as mais imponentes e emblemáticas casas de francesinhas da cidade do Porto, como o Cufra, que já está aberto na cidade invicta deste 1974; o Dickens, uma das maiores revelações do festival e, a representar o sul, já que nasceu no Porto e veio instalar-se em Oeiras, o I Love Eat Francesinhas.

Dá o nome ao evento e, por isso, não é de estranhar que seja o prato principal, no entanto, não só de francesinhas se faz este festival. As conhecidas tripas à moda do Porto e os cachorrinhos à Porto também vão fazer parte das ementas dos restaurantes ali representados.

Posted by Seixal Acontece on Wednesday, November 3, 2021

Uma coisa é certa: iguarias e petiscos deliciosos vão marcar, sem dúvida, presença neste Festival das Francesinhas, que estará a decorrer todos os dias até ao meio do mês de novembro, em Amora, no Seixal. À semelhança de noutras cidades, o evento terá entrada livre, sendo que os pratos serão apenas pagos nos respetivos restaurantes.

No que toca a horários, de segunda a sexta-feira, conte com serviço de almoço e jantar. O primeiro do meio-dia às 15h30 e, depois, das 18 às 23 horas. Já no sábado e no domingo, o evento decorre ao longo de todo o dia (do meio-dia às 23 horas) sem interrupções. 

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA