comida

A tarte de cerejas para quem não quer abdicar da dieta rigorosa

A receita é de Sandra Nereu, autora do blogue "Panelinha de Sabores". É boa para a família inteira.
Delicie-se.

Entre os muitos ingredientes que devem ser incluídos na alimentação regularmente, de forma a manter uma dieta nutritiva e equilibrada, está a cereja. Trata-se de um fruto delicioso e repleto de benefícios para a saúde (a nutricionista Mariana Abecasis já contou todos à NiT) que brilha ainda por ter poucas calorias — apenas três.

Não bastasse ser saboroso ao natural, é também super versátil, sendo adequado para conservas, compotas e bebidas, segundo um estudo realizado pela revista “Deco Proteste”. Arrasa, igualmente, em gratinados ou como acompanhamento para carne de caça ou de aves como o pato, acrescentam estes especialistas..

Os mais gulosos podem acompanhá-lo com com chocolate (em fondues, por exemplo), ou utilizá-lo em tartes, como a que foi sugerida por Sandra Nereu. Apesar do aspeto decadente, é bastante saudável, uma vez que apenas conta com o doce da fruta e com ingredientes simples, explica a autora do blogue “Panelinha de Sabores”.

A preparação está dividida em duas partes — a base tem de ser feita à parte. Ou seja, é o tipo de receita que pede um pouco de tempo e paciência. Mas o empenho, como mostra a imagem, valerá a pena.

Do que precisa

Base e cobertura

— 300 gramas de farinha de espelta

— 1 colher de chá de fermento

— 1 pitada de sal

— 1 ovo

— 75 gramas de iogurte natural

— 3 colheres de sopa de azeite

— 2 colheres de sopa de ingrediente adoçante como agave, tâmaras ou mel (opcional)

Recheio

— 350 gramas de maçã (2 grandes)

— 500 gramas de cerejas

— 800 ml de vinho do Porto / da Madeira (ou sumo de laranja)

— 1 colher de sopa de amido de milho ou polvilho doce

— 1 ovo batido + 1 pitada de açúcar de coco ou mascavado (opcional)

Como se faz

Recheio

Depois de descascar as maçãs e de as cortar em pedaços, coloque-as num recipiente, tape com película aderente e leve ao micro-ondas durante 4 minutos. Retire e triture em puré com a varinha mágica.

Em seguida, passe o puré para um tacho e adicione 400 gramas de cerejas lavadas e descaroçadas. Leve ao lume brando e vá mexendo, ocasionalmente, cerca de cinco minutos após ferver, até as cerejas estarem tenras e colorirem todo o preparado.

Posteriormente, dilua o amido no vinho do Porto e adicione ao tacho. Deixe ferver mais dois a três minutos. Quando estiver espesso, deve arrefecer completamente no frigorífico.

Base, cobertura e montagem

Aqueça o forno a 180º C e unte uma forma de fundo amovível com 23 centímetros de diâmetro.

No processador, coloque todos os ingredientes da base e triture até formar uma bola de massa maleável (caso esta não esteja a ficar como pretende, acrescente, aos poucos, meias colheres de sopa de água). Passe para uma superfície antiaderente — ou enfarinhada — e divida a massa ao meio.

Estique uma das partes com o rolo, dando o formato redondo. Coloque na tarteira e aconchegue ao fundo e aos lados. Espalhe o recheio frio na base e descaroce as restantes 100 gramas de cereja para colocar por cima.

Estique a outra parte da massa com o rolo e corte 12 tiras. Sobreponha-as sobre o recheio, entrelaçadas, e pressione as pontas sobre a massa da base. Corte os excessos e “dobre” para dentro toda a massa ao longo do diâmetro de modo a que fique perfeito e não descole.

Por último, pincele com ovo batido, polvilhe com açúcar de coco e leve ao forno durante 25 minutos, na zona mais baixa, para que cozinhe a base sem queimar a cobertura. Deixe arrefecer antes de desenformar.

Carregue na galeria e descubra outras receitas frescas e deliciosas que deve experimentar.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA