comida

A receita tradicional de caracóis que vai mudar a sua vida

Agora que entrámos na época desta iguaria portuguesa, a proposta da "Healthy Bites" vem mesmo a calhar.
Fotografia: Healthy Bites.

Não é, de todo, um petisco apreciado por todos. Os caracóis são daqueles casos que à mesa ou se detestam ou se adoram, sendo realmente difícil que haja um meio termo nas opiniões. Para aqueles que são verdadeiros fãs, a chegada de maio traz finalmente as condições certas para matar saudades deste petisco bem português.

Os mais atentos à tradição popular sabem que é precisamente nos meses sem “r” que os caracóis estão no ponto para ir para a panela. Se for numa bela tarde de sol — e preferencialmente acompanhados de uma bebida fresca — melhor. Tradicionalmente, encontram-se à venda em qualquer petiscaria, cervejaria ou até mesmo em restaurantes e cafés durante os meses de maio, junho, julho e agosto. São várias as receitas passadas de geração em geração como é o caso desta proposta. 

Teresa D’Abreu, a seixalense criadora desta versão, partilhou na sua publicação no blogue da “Healthy Bites” que os caracóis que o seu avô confecionava eram especiais. “Fazia caracóis como ninguém. Os melhores que já comi e hoje faço como ele me ensinou e são parecidos mas nunca iguais”, conta a blogger. Apesar disso, e mesmo que reconheça que as opiniões se dividem no que toca a estas pequenas delícias, Teresa decidiu neste início de maio voltar a partilhar na sua página do Instagram a receita de caracóis.

“Esta receita não tem grande ciência, digo eu e dizia ele [o avô], mas as mãos que os lavam e cozinham fazem, sem sombra de dúvida, toda a diferença”, confidencia, acrescentando ainda que “uma das principais diferenças desta receita para as restantes é a boneca de orégãos: um trapo de algodão para envolver os orégãos”. Porém, não se preocupe: é daquelas receitas que além de não sujar muito a cozinha, é fácil de se fazer. É importante que saiba que também a despacha em cerca de uma hora.

Conheça agora a receita de caracóis à moda de Teresa D’Abreu inspirada na versão do seu avó.

Do que precisa

— Dois quilos de caracóis
— Um molho de orégãos secos
— Duas malaguetas
— Duas cabeças de alho
— Q.b. de sal
— Q.b. de água

Como se faz

Comece por lavar os caracóis em várias águas até que veja que a água fique finalmente limpa. Depois, numa panela, coloque os caracóis e cubra-os com água. Deixe ao lume, no mínimo, com a panela tapada. Enquanto os caracóis começam a cozinhar, descasque os alhos e coloque dentro de um trapo de algodão os orégãos.

Assim que se aperceber que os caracóis já não mexem, tempere com os alhos, sal a gosto, malagueta e acrescente o trapo de orégãos. Levante de seguida o lume. Deixe ferver, retirando a espuma acumulada na superfície da panela. Depois da fervura e de os caracóis estarem cozinhados desligue o lume, retire o trapo de orégãos e deixe repousar. Por fim, basta servir.

De seguida, carregue na galeria para conhecer outras 5 receitas saudáveis para deliciar todos nesta primavera.

MAIS HISTÓRIAS DO SEIXAL

AGENDA